domingo, 8 de dezembro de 2013

O bebe de Rosemary - 1968 Dublado

Um dos maiores clássicos de todos os tempos, muito polemico e com um clima único, um filme sem nenhuma gota de sangue ou brutalidades consegue fazer você gelar a espinha ! 


Rosemary e seu marido mudam-se para um novo apartamento em Nova York, onde passam a conhecer um casal de idosos que mora logo ao lado. 

Esse casal possui modos de agir, e logo invade a privacidade de Rosemary de forma que começa a incomodá-la. Algo há por trás disso tudo e Rosemay, grávida, começa a desconfiar das pessoas, querendo proteger seu futuro filho.

Curiosidades:
Antes de se decidir por Mia Farrow, Roman Polanski originalmente tinha em mente sua esposa, Sharon Tate, para fazer o papel de Rosemary.
- Sharon Tate faz uma ponta na cena em que Rosemary dá uma festa para seus “jovens” amigos.
- Existem rumores de que, para fazer as cenas de rituais e cânticos satânicos serem o mais realista possível, o diretor Roman Polanski contou com o auxílio de Anton LaVey, fundador da Igreja de Satã e autor de "The Satanic Bibles", que teria servido como consultor nestas cenas.

- Foi durante as filmagens de O Bebê de Rosemary que a atriz Mia Farrow se divorciou de seu marido, o cantor Frank Sinatra.
- Oito anos após o lançamento de O Bebê de Rosemary, foi produzida para a TV americana uma sequência do filme, entitulada Look What's Happened to Rosemary's Baby.
- O roteiro, escrito por Roman Polanski, é baseado no romance homônimo de Ira Levin, publicado em 1967.

- A vinda do anti-Cristo é, à primeira vista, o tema principal de O bebê de Rosemary. Alguns chegam a dizer que o filme abriu caminho para os sucessos populares de "O Exorcista" e "A profecia" na década de 70.
- O produtor William Castle recebeu ameaças de morte, por causa do tema “anticristo” do filme.

- O bebê de Rosemary nasceu em 6 de junho de 1966 (6/06/66).
- De acordo com Mia Farrow, as cenas em que Rosemary caminha em frente ao tráfego de carros foram espontâneas e genuínas. Roman Polanski lhe disse: “Ninguém vai atropelar uma mulher grávida”.
- Embora não contenha sangue ou morbidez, O Bebê de Rosemary é considerado um dos mais assustadores filmes de todos os tempos. Por quê? A natureza assustadora do filme não está em seus efeitos especiais, mas em sua premissa realista.


Premiações:
*Oscar 1969 (EUA)
- Venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante (Ruth Gordon).
- Indicado na categoria de melhor roteiro adaptado (Roman Polanski)
*BAFTA 1970 (Reino Unido)
- Indicado na categoria de melhor atriz (Mia Farrow).
*Prêmio David di Donatello 1969 (Itália)
- Venceu na categoria de melhor atriz etrangeira (Mia Farrow).
- Indicado na categoria de melhor diretor estrangeiro (Roman Polański).
*Globo de Ouro 1969 (EUA)
- Venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante (Ruth Gordon).

- Indicado nas categorias de melhor atriz de cinema - drama (Mia Frrow), melhor trilha sonora (KrzyszKomeda) e melhor roteiro (Roman Polanski).